Sentimentos Alados



Meus sentimentos têm asas

E não sabem voar rente ao chão

Ainda que sejam cortadas

Mais belas e livres são!


E se do alto, mais distante é o alvo

Buscam então a sublime imensidão

Do vôo perdido azul no espaço

De um coração calmo e sem grilhão!




"Meninos soltando pipas", Portinari, 1943.


8 sorveram o néctar:

Alisson da Hora disse...

sentimentos, balões, corações...tudo fica mais livre e impossível de se aprisionar quando se tem asas...

;)

Ariane disse...

Oi Alisson! Sim, somos uma espécie de "Ícaros" inveterados... Obrigado!

Julio Melo disse...

massa isso ae oh

parabns pelo blog

A garota do copo d'gua disse...

"E se do alto, mais distante é o alvo..."

adorei, de uma sensibilidade pouco encontrada por aí...
bom fds, ariane!
;*

Tata disse...

Meus pés (do coração) voam até a imensidão, quase nunca a tocar o chão, posto que quando se tem asas nada mais natural que, né?

Beijo.

Ariane disse...

Obrigada Julio! Seja bem vindo!

Ariane disse...

Olá, Garota do copo d´agua, espero que volte aqui e deixe um pouco também da tua sensibilidade! Beijo!

Ariane disse...

Olá Tata! É verdade. Natural e redundante. Assim se intensifica a metáfora... Abraço!