O medo


O medo da dor

já é dor

O medo da entrega

já é entrega

O medo do amor

já é amor.


O medo é uma espécie de futuro do pretérito!




"O grito", Edward Munch, 1893.

18 sorveram o néctar:

Ana disse...

Perfeito!
Bravo,Bravo!

(hoje,tenho medo.)

beijos!

Ariane disse...

Querida Ana, que lindo que gostaste! Espero que o medo seja apenas um estado ligeiramente provisório! Outros beijos!

Paolo D'Alonzo disse...

Ciao Ariane,
non so come tu sia riuscita ad arrivare al mio blog, ma ti ringrazio per la tua visita e per il commento che hai lasciato. Sapere che ciò che scrivo può essere condiviso da altri, non mi fa sentire solo e mi aiuta ad affrontare un giorno in più.

Grazie ancora e a presto.
Paolo

PS: Adoro le tue poesie accompagnate da dipinti così significativi.

magicpolaroid disse...

wow from Brasil! nice blog!
Luis

Ariane disse...

Ciao Paolo! È anche così con me. Aspetto che possiamo dividere i nostri pensieri, cambiare un po' di poesia ed arte che fanno bene al cuore! Mi sono stata felice con la tua visita. Vieni un'altra volta a trovarmi! A presto! Bacci!

Ariane disse...

Hello, magicpolaroid! I don't know how you found me, but I really appreciate your visit! Can you understand portughese? Thanks!
Best wishes.

A garota do copo d'gua disse...

lindo ari... cm sempre!

boa semana!
;*

Ariane disse...

Obrigada, Garota! Que bom compartilhar contigo minha poesia! Beijo!

Moacy Cirne disse...

Oi, grato pela visita ao blogue do Poema/Processo. Você é uma pessoa bastante criativa, pelo que pude perceber em seus dois espaços virtuais. Aliás, gostaria d publicar "O medo" no Balaio. Só tem um problema: a formatação dos versos sairia diferente; não tenho como editá-lo conforme foi trabalhado por você. Um abraço,

Ariane disse...

Olá Moacy! Muito feliz com teu elogio e sinto-me lisonjeada por querer publicar meu poema no Balaio...Quanto à formatação, não haveria problema pois julgo que isso não atrapalharia o seu significado. Te agradeço mais uma vez!
Abraço!

J.R. Lima disse...

Maravilhoso, isto!

Um abraço.

Noslen ed azuos disse...

o medo, que seria de mim sem ele, estaria morto.

ns

Ariane disse...

J.R., muito contente que tenhas gostado! Beijo!

Ariane disse...

Caro Noslen, alguns de medo já estão mortos... Abraço!

Victor Canti disse...

é profundamente verdadeiro este seu pensar, gostei muito!!
o tema medo em si é algo que me atrai, ja escrevi sobre ele tb, e gosto muito da música "Miedo" (Lenine e Julieta Venegas) conhece?!
bjs

Ariane disse...

Oi Victor! Tenho que conhecer então o que escreves! Amo o Lenine e tenho essa música sim. Já a Julieta Venegas conheci este ano suas músicas. O que gosto mesmo nelas é o uso da gaita e a voz que é bem diferente do que costumo ouvir! Bjs.

nina disse...

Simplesmente BELÍSSIMOOOOOOOOOOOOOO

Ariane disse...

Obrigada Nina! Beijo!