Jardim


Reparto-me e refaço-me.

Árvore.


A revestir-te e proteger-te.

Pétalas.


A aninhar-te em cada parte.

Folhas e caule.


A prender-te.

Raiz.


P(á)ra...


... não perder-te.

Jardim.




"Jardim", Monet, 1906.

9 sorveram o néctar:

André L. Soares disse...

Ariane, boa noite!

Grato pelo seu comentário. Seja sempre bem-vinda aos 'Gritos Verticais'.

Vim aqui apreciar seu blog e gostei muito dos seus poemas. Especialmente 'O tempo passa', 'cansaço' (que achei genial. Também tento fugir dos esquemas 'premoldados' de peosai - embora ainda possua uma queda pelos sonetos) e esse onde agora comento, 'Jardim'. Você tem uma poesia objetiva, mas que não perde o lirismo; deliciosa de se ler.

Volto depois, para ler mais de sua arte.

Grande abraço, Poetisa!

Ariane disse...

Obrigado André! Fico feliz que tenha apreciado meus poemas. De fato, minha poesia é simples e objetiva. Penso que para sentir é necessário antes uma certa compreensão mesmo que somente ao nível intuitivo. Uma poesia rebuscada não significa uma poesia rica, a meu ver. Tenho certamente alguma influência parnasiana, visto que a objetividade, a descrição e o pictórico/imagético são para mim características importantes. Até mais, Poeta!

Anônimo disse...

versos encomendados um caralho.

Ariane disse...

Sinto dizer, anônimo, mas estás a meia-luz! Posso ver-te! De qualquer modo, a partir deste instante moderarei os comentários, pois que este lugar não é o espaço da anti-poesia...Veja bem o tempo que estás a despender a vir aqui com ofensas. Deveria indagar-se acerca do motivo de eu causar-te tanto incômodo...

Ariane disse...

E ainda, se não pode lidar com o que sente, seja lá o que for, é um problema seu!

bypoesia disse...

Legal o blog querida gostei muito dos poemas valew a visita beijos...

mo_cica disse...

Não importa o que digam, sua poesia sempre encanta, hipnotiza e, para mim,traduz coisas que eu não saberia dizer em palavras. beijos linda!

Ariane disse...

Bypoesia, muito grata pelo comentário. Volte mais vezes. Será sempre bem-vindo! Bjos.

Ariane disse...

Querida mo_cica, vindo de você, tal elogio me encanta e conforta. Pois que nós pétalas sensíveis de rosas, precisamos sempre desses "carinhos" em prosa... Obrigada pelo apoio. Bjos.