Pintura




pinta-se uma paisagem
em minhas retinas

talvez uma miragem
pincelada por fadiga

precisando-se vertigem
factual e fluida

com tintas de fuligem
simulando mente em fuga




"Mulher lendo sobre fundo negro", Matisse, 1939.

12 sorveram o néctar:

Fernanda! disse...

Vertigem...
Presciso me libertar das minhas urgente!!

BJos de luz moça.

Adorei o teu cantinho!

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada, Fernanda! Volte mais vezes! Abraço, querida!

R.Vinicius disse...

Resta os aplausos! Que bonito! Eu gostei. Se eu escrevesse tão bem assim. Você é poetisa, escritora.

Abraço,

R.Vinicius

Eu® disse...

Nao entendi nada :(

Ariane Rodrigues disse...

Vinícius, obrigado! Você também escreve bem! Abraço!

Ariane Rodrigues disse...

Eu, também está valendo! Isso pode mesmo acontecer. Abraço!

Walter disse...

Uma combinação perfeita entre as palavras e a pintura!:)

Pietro disse...

Buona giornata, Ariane.
Bellissima questa tua poesia, e il quadro d'autore che metti è sempre interessante.

Xana disse...

As nossas retinas são um album de pinturas e imagens da nossa vida.
Beijinho e boa semana

Ariane Rodrigues disse...

Oi Walter! Obrigada! Se quiser ver a garota lendo uma obra de ficção, poderá mesmo associar à miragem, à ilusão ou até mesmo à mentira, já que ficção provém do latim "fingere", portanto fingir...
Abraço!!!

Ariane Rodrigues disse...

Caro Pietro, buona giornata anche a te!!!

Ariane Rodrigues disse...

Xana, está certa, querida!