Umas questões


Amar? Por que amar?

Se é tão difícil ceder

Se a voz da volúpia clama

E não sou dona do gostar?


Amar? Por que amar?

Se o coração não se doma

Se as regras ele furta

E a matéria não mais refuta?


Como sou desejo?

Se em teu torpor me vejo

Se na amplidão de meu corpo

Sufoca-me teu cheiro?


Como não nos enganar

Se nosso amor encontra-se

No exato momento

Em que nos desencontramos?

3 sorveram o néctar:

Araceli disse...

Nossa Ane , que coisa linda !!!
Vc anda inspirada heim!!!!
...........um xeru........

Maze disse...

Existem muiitas razões para amar. Uma delas é o próprio Amor.
E isto é tudo...
Mas Amar dói!!!
Todas estão muito lindas e reflexivas.
Parabéns.
E que veio poetico moureje em ti!

Isabelle Rabelo disse...

Desencontro-me toda vez que tua virtude poética vê minhas letras.

Mais uma vez,ressalto: vc é bárbara! Diferente assim...