Apontador


a dor aponto

pontuo a dor

no ponto da dor

o ponto, a ponta,

a ponte, a dor

aponto a dor

apontador




"Mulher chorando", Picasso, 1937.

10 sorveram o néctar:

Xana disse...

Eu aponto teu belo escrever sem dor, OK?
boa semana princesa!

Ariane Rodrigues disse...

Querida Xana, você foi bem no ponto! Bjo

Paula disse...

Li várias vezes o poema. É lindo e sonante...fiquei pensando no sentido...

Abraço

Flávia Jorge disse...

muito bom apontar o teu jeito trocador de trocadilhar...
sempre bom sentir a brincadeira no vai e vem de suas palavras...
bjaaaao.

Ariane Rodrigues disse...

Ahh, querida Paula, são vários... Obrigada mocinha. :P

Ariane Rodrigues disse...

Olá Flávia, eu quem gostei bastante do teu "trocadilhar" porque tem muito a ver contigo. Bjo

J.F. de Souza disse...

a ponta
fina
espeta
dói

ferida
sangra

Ariane Rodrigues disse...

JF,

a doída
ferida
fere
a dor
ida...

Abraço!

Wesley Viana disse...

Você é uma poetisa muito versátil, que navega em vários estilos. Cada vez mais me surpreendo com seu talento. Um abraço!

Ariane Rodrigues disse...

Olá querido Wesley! Minha poesia tem mudado mesmo ultimamente, acho que influência de alguns amigos poetas. Tentando dar uma de Leminsky, meio capenga é bem verdade, mas acho que tá dando certo. Saudades, amigo.