Desejo


deleito-me em teus

seios, seios

com meus

dedos, dedos, dedos, dedos, dedos

e os

beijo, beijo

com

Desejo

Desejo

Desejo

Desejo

Desejo




"Os amantes", Rodin

8 sorveram o néctar:

Garota Mascarada disse...

Olá... li um comentário em um blog seu e vim conferir o espaço. Pois é, quem não tem alguma vontade de escrever, falar, comentar ao ver essa escultura?
É desejo mesmo, de qualquer coisa, mas é desejo.
Até mais.

Ariane disse...

Olá Garota! Sim, e até desejo de muitos desejos! Obrigada pela visita!

Marcelo Martins disse...

Lindo, profundo...
Quase uma poesia concreta.
A síntese do desejo é quando no desejam igualmente.

Beijos meus

Ariane disse...

Oi Marcelo! Concordo contigo. Quanto à poesia concreta, talvez sim pelo visual, mas a sensação desejada deveria ser cinestésica! Outros beijos

Marcelo Martins disse...

O nome do seu blog tem as mesmas asas, eu presumo.

Ariane disse...

Pelo que me parece, asas ainda incipientes, meu caro. Mas, ainda assim, são asas!

Marcelo Martins disse...

Controle do corpo? Mas me pareceu tão espiritual...

Ariane disse...

Muitas vezes, o corpo reflete a alma!