Pena


Sentenças mal(ditas)

Prónunciadas e prómulgadas

Pelo destino pró-feridas

Na cadeira de réu, uma vida

Condenada a ouvi-las.

7 sorveram o néctar:

Bloghii disse...

Sei que parece idióta...mas (*primeiro :D )....ta bom agora serio :D é bacana...meio estranho né...rsrs... mas compreendivel :D
abraços

Bloghii disse...

Entao...fiz um jpeg...pra linkar voce. tem algum problema ??
:D vou colocar lá no meu blog...qualquer coisa me avisa que tiro :D

aBraços

Guto Oliveira disse...

Ainda assim, réus que somos nesta vida, viver faz valer a 'pena'. Beijo.

http://quasepoema.zip.net

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada Bloghii! Não tem problema algum, ao contrário, agradeço muito o link. Já chequei e gostei deveras. Abraço!!!

Ariane Rodrigues disse...

Olá Guto! Gostei muito do trocadilho. Até me fez pensar aqui as coisas por outro ângulo, talvez bem mais favorável... Como o jogo das palavras, a vida também deve ter um caráter lúdico, sem outro objetivo senão o próprio prazer de vivê-la! Obrigado!!! Beijo.

mo_cica disse...

cê tá aí?
o destino? eu não sei onde vai dar

Ariane Rodrigues disse...

Querida mo_cica! Estou sim a navegar perdida pelos mares da vida! Beijo.