Alçamento



Parto num avião a jato

Deslizo as coisas assim

Mas vôo no azul mais alto

Como se aqui dentro de mim

Houvesse um pássaro

Simplório, livre, calmo, enfim

Que nas penas leva o trecho migrado

Buscando na imensidão um sim

Do ninho onde havia estado

5 sorveram o néctar:

Maze disse...

É a sede de infinito que se mescla com a finitude da vida, nos eleva aos céus,nos acorrentando a terra!

BLoghii disse...

Profundo, é como se sair de casa é ir para a sua casa entende :D

Muito bonito voce está de parabéns.:D

Marcelo Martins disse...

Oa ler sua poesia lembrei-me de uma música de Ivan Lins que diz que somos pássaros que as penas estão por dentro...
Gosto do ritmo em suas palavras, realmente belo e significativo pra mim.

Beijos

Ariane Rodrigues disse...

Obrigado Bloghii! É sempre bom te ver por aqui!

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada Marcelo! Se minha poesia lhe transmite ritmo, beleza e significado, não há nada de se ouvir de mais agradável! Beijos.