Das Negativas


Intento não conhecer

Intento não pensar

Onde andarás? Como está você?


Intento não sentir

Intento não questionar

Por que te vi? Por que te vi?


Intento não querer

Intento não falar

Como ignorar, como não saber?


Intento não responder

Intento não revelar

Que fazer quando te ver?


Intento não fugir

Intento não esconder

Como fingir, como dormir?


Intento não sofrer

Intento não amar

Não te desejar é não ser?

3 sorveram o néctar:

Isabelle Rabelo disse...

Nome da coisa... ausência da coisa.
( e o contrário.)

Independente da concretude, a "coisa" está.

Seu poema é muito pertinente aos meus olhos.

A verdadeiro pergunta é: pode "um poema" tão funcional ser ainda sim, tão belo???

Em ariane, sim.

Roberio disse...

Simplesmente linda e genial.

UIFPW08 disse...

Non ho nulla da vergognarmi se in cuor mio ti ho amato
non ho nulla da nascondere se di lacrime ho allontanato il tuo sorriso
Non ho nulla da rimpiangere
se ciò che ho detto o fatto l'ho sentito davvero
ho solo creduto in un sorriso
ho solo voluto bene cosi come nessuno mi ha creduto
ho solo lasciato al vento i miei baci lungo ali di vento che non ti arrivano
ho solo amato te e di questo ne ho rimpianto,
un'anima inquieta non conosce sole
che non abbia silenzio.
Nessuno.