Língua-pátria, Língua-mãe


a mãe te dá o mundo

o mundo te dá a mãe


é por isso que


baiano bota

pernambucano coloca

e mineiro põe




"Praia das Maçãs", José Malhoa, 1918.


12 sorveram o néctar:

Renata de Aragão Lopes disse...

Eu ponho! (risos)
Delícia de poema.

Ariane Rodrigues disse...

Brigada Renata!!! Bjos.

Paty disse...

Eu às vezes ponho, às vezes coloco rsrsrsrs

Beijinhos querida

Ariane Rodrigues disse...

Outros beijos Paty!

james p. disse...

òtimo,ótimo o por e o colocar.Delicioso poema,minha querida.Abraços.

R.Vinicius disse...

Ariane gostei. Criativa, talentosa, escritora traga ao mundo teus versos. Sempre.

Abraço,

R.Vinicius

Wesley Viana disse...

A linguagem constrói o mundo, seja em qualquer lingua ou dialeto. Parabéns!

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada James, Vinícius e Wesley. Sempre.

Nydia Bonetti disse...

Ariane
Vim agradecer a visita e gostei demais da tua poesia. Estarei por aqui.:))
Beijo

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada Nydia! Sinta-se à vontade. Abraço!

Maze disse...

Oxente, bichinha...
O sergipano ia iria falar assim da poesia:
Muntio bonitios esses versios.Rsrsr

Ariane Rodrigues disse...

Acho que falaria assim Maze, muitcho bunito! ê Brasilzão!