A escolha


ele gostava da Prazeres

mas também da Norma


quando estava com uma

pensava na outra


quando estava com a outra

pensava na uma


de modo que um dia deixou as duas

por uma paixão sofrida e única


a Dolores por toda a vida

foi sua companhia





"Two Friends", Lautrec, 1894.


9 sorveram o néctar:

KêDy disse...

Bem ficou Dolores...q concerteza tbm levou a dres de duas paixoes em uma...legall.bjs

Eduardo Trindade disse...

Lembrou-me a Quadrilha do Drummond... Ah, essa nossa vida não-linear e sequer cartesiana! Tão difícil de entender e talvez por isso mesmo tão apaixonante!

Chica disse...

Lindo e a final se decidiu...beijos,tudo de bom,chica

Renata de Aragão Lopes disse...

ADOREI!

ŁǺи¥ disse...

Belo poema... interessante o que ele nos passa... gostei!

Abraço =)

Nade disse...

Olá, querida!
Estou de volta, graças a Deus!
Estava com muita saudade disso tudo... É bom escrever aqui novamente também!
Ah, têm selos no meu blog pra você. Talvez já deva ter ganho, mas receba estes mimos de coração...
Faço também um convite para participar de uma Blogagem Coletiva que estou elaborando sobre o Dia da Música, que é dia 21 de junho... Espero que aceite meu convite!
Grande beijo e um excelente domingo pra você!

B7C disse...

Oi, Ariane!

Blog de 7 Cabeças está comemorando 3 anos com a realização de um concurso e vamos presentear nossos amigos-leitores com muita poesia!

Esperamos você em nossa festa! ;)

Concurso B7C

Abraços,
B7C

A garota do copo d'gua disse...

belo post!
você como sempre emocionando... e intrigando!
adoro as metaforas, as entrelinhas e tudo mais que vc passa...

=*

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada a todos pela presença aqui no blog e principalmente pelos comentários! Ando meio sem tempo de respondê-los individualmente, mas cada comment tem sua importância para mim. Abraços!!!