Sucinto




penso e duvido

que a vida, em conciso

seja apenas isso




"Puberty", Munch, 1886.

16 sorveram o néctar:

james p. disse...

Perfeito casamento entre forma e conteúdo-sua poesia é concisa e precisa,léguas além de um certo preciosismo que anda por aí.Mais uma vez parabéns por essa poesia radical em sua beleza ,em sua forma.Grande abraço.

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada James pela força sempre presente. Abraço querido.

Xana disse...

Também acho que ser só isso é muito pouco , muito conciso.

beijinhos moça

J.F. de Souza disse...

a vida é algo conciso
que é dado a seres prolixos. =P

=*

Ariane Rodrigues disse...

Xana, outros beijos.

Ariane Rodrigues disse...

JF, deve ser por isso que eu piro, rsrs.

Henrique Hemidio disse...

Gostei desse blog
poesia visual
bem ao meu estilo
Abraço!

Papagaio Mudo disse...

menina,

que calma esse blog passa...
muito bom é pouco?
abraços,

Gustavo

ps: maripousa lá no papagaio, ele não come insetos...

Compulsão Diária disse...

Excessos do mínimo

Ariane Rodrigues disse...

Olá Henrique! Seja bem vindo! Na verdade tenho pouco poema visual,eu acho. Fico feliz que tenhas gostado. Abraço!

Ariane Rodrigues disse...

Olá Papagaio, acho ótimo que passe calma, pois tudo que quero é serenidade para mim e para todos. Vou visitá-lo sim e obrigada por acompanhar o blog! Abraço.

Ariane Rodrigues disse...

Bjos, Compulsão!

J.F. de Souza disse...

Lisonjeado por demais, Ariane qrida, cos elogios! (Adoro massagem no ego!) =D

E valeu pela "aula", linda! Mas essa da classificaçao dos fonemas vogais eu já sabia! ;-)

Vou lá ver o poema teu! =)

=*

Ariane Rodrigues disse...

Oi JF, não quis dar aula não, viu? Só deixar bem claro o porquê do meu elogio, rsrs. Bjo.

Vinícius Paes disse...

leve e sereno. achei bonito.

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada Vinicius!