hieróglifo


que tez

tem

o texto


a face

do vento

tem


a face

do tempo

tem


o sexto

sentido

o além

o escrito

o desdém

o grifo


o que fez

a tez

do meu bem?






"The Desperate Man", Courbet, 1845.

4 sorveram o néctar:

Laís disse...

Gostei muito, muito, muito daqui!


Beijos

Kátia Ruivo disse...

adoro passar por aqui, sempre surpresas...saudades!
tem sleinho pra vc!
bjs

Renata de Aragão Lopes disse...

Adorei, Ariane!
Uma aliteração inteligente.

"que tez
tem
o texto"

Um beijo.

J. Caribé disse...

Lindas as flores-palavras semeadas com tanto carinho e cuidado.
Parabéns!
Beijos,
Juliana.