a minha dor é minha dor


a minha dor é minha
a dor me adora
não me deixa sozinha

a minha dor é maior
que a da Dora
a dor é minha

que bom seria

dormir dormente
como quem nada sente
no peito e na mente

a dor sairia

um dia
eu vi a dor
e a dor
sorria
ria só
pois era só

minha

"Desnudo con alcatraces", Rivera, 1944.

4 sorveram o néctar:

Xana disse...

Era bom que se pudesse por a dor de lado, engarrafada, enfiada num buraco fundo...mas a realidade é mesmo essa , a dor é nossa e com ela temos de lidar.
;) voltarei sempre aqui , gosto de te ler

Wesley disse...

Me lembrou uma música...

Wesley disse...

Esqueci de dizer qual música:
"De mais ninguém"- Marisa Monte e Arnaldo Antunes.

"Se ela me deixou
a dor
é minha só
não é de mais ninguém..."

Eduardo Trindade disse...

Também lembrei da música cantada pela Marisa Monte. Iria comentar isso, mas a verdade é que (como diz outra música) cada uma sabe a dor (e a beleza) de ser o que é. Que tua dor seja linda quando poesia e breve quando verdadeira.
Abraços!