* Amputação



Percepção esquisita essa

Que uma perda gradual encerra

Um membro, uma parte, uma perna

Que se anula, se vai, se dilacera.



Resta somente a sombra da amputação

Como um amargo grilhão presente, dizendo não

Como um tormento pungente e vão

Por se ter invisivelmente a sensação.






"Mlle Rose", Delacroix, 1820.

*Republicação

10 sorveram o néctar:

Scheer disse...

Que perda é essa que aflinge tua alma!?Muito emocionante tuas palavras são pura emoção.
Beijo

Scheer disse...

Que perda é essa que aflinge tua alma!?Muito emocionante tuas palavras são pura emoção.
Beijo

Nydia Bonetti disse...

Lembrei do Chico:
"Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim"
Em nós ou fora de nós, sempre tão difícil lidar com as perdas. Mas... sobrevivemos.
Beijo.

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada Scheer! Procuro transformar as lagartas em borboletas. Bjo.

Olá Nydia! É verdade. Como não lembrar do Chico? Será que ainda há alguma sensação não revelada por ele? E sim! Sobrevivemos. Abraço!

Kátia Ruivo disse...

é a ausência que marca presença...gostei.

Vou de coletivo! disse...

Olá!
Aqui quem fala é o Murilo, dos blogs Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras.
Assim como você e dezenas e dezenas de outros amigos blogueiros, eu participava das blogagens coletivas do Tertúlia Virtual, belíssimo projeto de promoção de blogagens coletivas que infelizmente chegou ao fim em julho de 2009.
Para mim, a inicitativa do Tertúlia foi responsável pela realização de muitas das melhores blogagens coletivas da blogosfera em língua portuguesa.
A idéia de a cada mês reunir blogueiros em torno de um tema foi tão bem-sucedida que não podemos deixá-la morrer.
Para colaborar, lancei o Vou de coletivo!
Todo dia primeiro do mês será proposto um tema para ser abordado por blogueiros por meio de textos, imagens, vídeos e o que mais a criatividade permitir.
Assim que o tema do mês é apresentado, é aberta uma lista de inscrições. Basta você inscrever sua postagem que automaticamente será inserido um link para ela na relação de participantes. As inscrições ficam abertas o mês todo.
E você, gostou da idéia? Espero que sim!
Então não vamos perder o embalo. Logo sai o primeiro coletivo de 2009! Clique aqui e acesse o Vou de coletivo!
Abração!

Ariane Rodrigues disse...

Valeu Kátia! Abraço!

Ariane Rodrigues disse...

OlÁ Murilo! Participo de poucas blogagens coletivas, mas acho a iniciativa muito interessante. Vou subir nesse coletivo sim!

williamlial disse...

Ariane,

Seu blog tá cadavez mais bonito. Muito bom esse seu poema; versos como estes "Resta somente a sombra da amputação/ Como um amargo grilhão presente, dizendo não" dão a medida e o retrato exato de uma amputação de qualquer forma ou magnitude.

Parabéns, menina, e um grande beijo!

William

Ariane Rodrigues disse...

Obrigada William! Até mais! Abraço!